Menu

logo deus vivo txt

A Fome de Jesus e a figueira

  • Ler 78438 vezes

"E, de manhã, voltando para a cidade, teve fome. E, avistando uma figueira perto do caminho, dirigiu-se a ela e não achou nela senão folhas.
E disse-lhe: Nunca mais nasça fruto de ti. E a figueira secou imediatamente."
Mateus 21.18,19

Quando a figueira começa a produzir fruto ela se enche de folhas. Na verdade, depois do fruto formado é que aparecem as folhas. Portanto, ao ver a figueira cheia de folhas Jesus, com fome, esperou encontrar nela figos, mas não encontrou nada. Diante da Palavra de Jesus a figueira secou-se (não só deu uma ordem, mas fez uma predição da sua condição).

Qual a mensagem que Jesus quis passar com este acontecimento? Discordaria ele da política de preservação ambiental? Jesus se irrita com árvores que o enganam? Certamente que não. Nenhuma atitude de Jesus deixava de ensinar alguma coisa ou ter uma razão.

 

A figueira é figura de Israel

Oséias 9.10 - Achei Israel como uvas no deserto, vi a vossos pais como a fruta temporã da figueira no seu princípio...

Jeremias 24.3-7 - E disse-me o SENHOR: Que vês tu, Jeremias? E eu disse: Figos. Os figos bons, muito bons, e os maus, muito maus, que não se podem comer, de maus que são... Então, veio a mim a palavra do SENHOR, dizendo: ...Como a estes bons figos, assim conhecerei aos de Judá levados em cativeiro... para seu bem... E, como aos figos maus, que se não podem comer... Eu os entregarei para que sejam um terror, um mal para todos os reinos da terra...

 

No tempo de Jesus a nação Israel estava cheia de “folhas”

As folhas representam a religiosidade que tomou conta do povo independentemente do fruto. A religiosidade é superficial, não alimenta, emite mensagem de uma realidade que não existe, engana enfim. Jesus alertou-nos contra o engano da religiosidade: Lucas 6.44  Porque cada árvore se conhece pelo seu próprio fruto...

 

Cuidado com as práticas religiosas! Mt 7.15

Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós vestidos como ovelhas, mas interiormente são lobos devoradores.

 

Cuidado com as palavras religiosas! Mt 7.21

Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no Reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus.

 

Cuidado com as atitudes religiosas! Mt 7.22

Muitos me dirão naquele Dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? E, em teu nome, não expulsamos demônios? E, em teu nome, não fizemos muitas maravilhas? E, então, lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniqüidade.

 

Depois de pecar, o que fez Adão ao perceber-se nu?

Gn 3.7,21 - Então, foram abertos os olhos de ambos, e conheceram que estavam nus; e coseram folhas de figueira, e fizeram para si aventais... E fez o SENHOR Deus a Adão e a sua mulher túnicas de peles e os vestiu. 

Foi um fato que prefigura a inutilidade da religião sem a verdadeira vida correspondente.

Ninguém pode cobrir-se diante do Pai com práticas religiosas se o caráter está corrompido.

Deus providenciou cobertura de peles prefigurando o sacrifício (morte) para cobrir o pecado.

 

Qual é a comida de Jesus?

João 4.31-34 - E, entretanto, os seus discípulos lhe rogaram, dizendo: Rabi, come. Porém ele lhes disse: Uma comida tenho para comer, que vós não conheceis. Então, os discípulos diziam uns aos outros: Trouxe-lhe, porventura, alguém de comer? Jesus disse-lhes: A minha comida é fazer a vontade daquele que me enviou e realizar a sua obra.

 

Fazer a vontade do PaiDeixar o Espírito Santo formar o caráter de Jesus em nós.

Gl 5.16, Digo, porém: Andai em Espírito e não cumprireis a concupiscência da carne... 22 Mas o fruto do Espírito é: caridade, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança; 1Ts 4.3 Porque esta é a vontade de Deus, a vossa santificação

Agir com amor incondicional até para com os inimigos;

Usufruir da alegria que não se baseia nas circunstâncias, mas brota da presença de Deus conosco;

Ter paz com Deus, de Deus (interna) e com as pessoas (externa);

Agir com paciência com as pessoas e com as circunstâncias;

Apresentar benignidade que é gentileza, amabilidade;

Agir com bondade, pois Deus é bom e nos criou para fazer o bem;

Apresentar fidelidade, as pessoas podem confiar e depender de nós;

Agir com mansidão que é brandura, significa força sob controle;

Ter domínio próprio que é ser livre para decidir pelo que é correto.

 

Realizar a sua obra

Tito 3.14 E os nossos aprendam também a aplicar-se (distinguir-se, estar à frente, cuidar, atentar, presidir) às boas obras, nas coisas necessárias, para que não sejam infrutuosos.

Obra - negócio, serviço, o que ocupa; empreendimento, tarefa; qualquer produto efetuado pela mão, arte, indústria, ou mente; ato, ação, algo feito. 

 

Podemos alimentar a Jesus?

Mt 25.35,42 - porque tive fome, e destes-me de comer; tive sede, e destes-me de beber; era estrangeiro, e hospedastes-me; porque tive fome, e não me destes de comer; tive sede, e não me destes de beber...

 

Fonte: Série de estudos para pequnas famílias "Conhecendo mais a Jesus".
Autor: Pr. Joubert de Oliveira Sobrinho

Mais nesta categoria: « Jesus realmente existiu?
voltar ao topo